Em defesa da fé das Assembléias de Deus

28,dez,2009 por Georges Nogueira

O precursor do pentecostalismo no mundo

Perdido pela blogosfera, acabei me deparando com um blog que se presta a ridicularizar todos os tipos de manifestação de fé do cristianismo. Tal blog é editado por um canalha, acéfalo, marginal e covarde que se intitula “O Bereano”. Canalha, porque vive de ridicularizar a fé alheia, sem nunca mencionar a própria. Acéfalo, porque não é capaz de escrever suas próprias idéias, e a maioria do que posta no tal blog é copiado de outros autores. Marginal, porque é assim mesmo que se comporta: à margem da lei. O Artigo 5º da Constituição Federal, lei máxima deste país, determina em seu inciso IV que “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”. O texto da lei não diz que o anonimato é opcional. Antes, diz que ele é vedado. Covarde, porque não assume nenhum tipo de postura própria e se esconde atrás deste anonimato ilegal que a internet lhe permite.

Perdendo meu tempo com o blog deste verdadeiro Filisteu, não pude deixar de perceber que uma das coisas que mais lhe apraz é atacar o pentecostalismo como um todo, e as Assembléias de Deus em particular. E não se trata de denunciar alguma prática que aconteça em alguma Assembléia de Deus. O esporte preferido do estulto em questão é o de atacar ferrenhamente TODAS as Assembléias de Deus.

Em uma patacoada à qual resolveu nominar de “As heresias das Assembléias de Deus”, que, prova da capacidade literária do “erudito” em questão, foi copiado de outros autores, começa por nominar e atacar muitos pastores famosos das Assembléias de Deus.

Ora, eu poderia muito bem começar este artigo enumerando aberrações gravíssimas ocorridas em Igrejas tradicionais, como pastores batistas pedófilos, presbiterianos envolvidos em escândalos financeiros, tudo fartamente noticiado pela mídia. Mas que proveito isto traria ao Evangelho? Agindo desta maneira, eu me colocaria em pé de igualdade com o estulto a quem estou criticando. Eu não poderia agir de maneira tão leviana, e ainda assim me afirmar cristão.

Tenho muitos bons amigos Batistas, Presbiterianos e Luteranos. Pessoas que estão nestas denominações fazendo exatamente o mesmo que faço na Assembléia de Deus: procurando crescer em graça e em conhecimento das coisas do Senhor.

Certamente, esse insensato acusador não pode imaginar que com estas acusações espúrias, esteja de alguma forma pregando o Evangelho a quem quer que seja.

A Palavra de Deus nos diz:

“E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.” (Rm 10.17)

A fé vem pela Palavra de Cristo. Não pela acusação vazia do néscio.

Era mesmo de se esperar que os inimigos do Evangelho empreendessem campanhas terríveis contra a Maior Igreja protestante do mundo. A Igreja que mais possui membros em todo o mundo, que está às portas de seu centenário no Brasil, e que foi a primeira a aceitar e acolher os menos favorecidos, os pobres, os excluídos em seu meio assim como o fizera o Senhor Jesus, com toda certeza deve ser vítima de todo tipo de ataque por parte daqueles que odeiam o Evangelho e trabalham contra sua divulgação.

Anátema! É o que posso dizer de tal indivíduo tão carregado de preconceitos pessoais e tão cego espiritualmente. Tão destituído da graça de Deus, que ache de alguma maneira proveitosa a prática de atacar o cristianismo e a fé reformada como este covarde anônimo o faz.

Nos próximos posts deste blog, defenderei a minha fé. Mas não o farei da mesma maneira vazia com que o inimigo do Espírito Santo o faz. Defenderei, à luz da Bíblia, a fé pentecostal. Bíblia que com certeza não faz parte da leitura diária do acusador em questão. Se é tão bom em acusar a Igreja e seus membros, veremos como se sai ao enfrentar a Palavra de Deus.

Trackbacks/Pingbacks para este artigo

  1. A Vitória do Evangelho (ou como cinco pastores calvinistas me livraram do laço do inimigo). | A Palavra que Liberta
  2. Resposta a um cristão sincero | A Palavra que Liberta

48 Comentários para " Em defesa da fé das Assembléias de Deus "

  1. Heitor Alves disse:

    Olá.

    Irmão, não convém a um crente usar de palavras baixas contra o próximo. A Bíblia não autoriza que você diga essas coisas a um descrente, imagina a um irmão!

    Lembre-se da mensagem da Palavra de Deus, o qual você tanto preza: “Não paguei o mal com o mal, mas paguei o mal com o bemNão torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens” (Rm 12.17).

    Aconselho o irmão a aprender a receber críticas. Eu sou calvinista e recebo muitas críticas pela internet de gente anônima. Mas, que vou fazer? Espero que o irmão saiba lidar com a hostilidade, pois nós, calvinistas, também somos hostilizados por alguns de vocês!

    Vou acompanhar suas próximas postagens para ver o que tens a dizer. O irmão pode aguardar muitos comentários a seu favor, mas também contra!! E repito: espero que o irmão saiba lidar com a hostilidade!

    PS: espero que os debates que virão (com certeza virão!!!) fiquem apenas no campo das idéias, e não passem para o lado pessoal.

    • Caro Heitor:
      De todas as qualificações que dei ao sujeito em questão, creio que o que lhe chocou foi eu ter utilizado o termo CANALHA, cujo significado conforme o dicionário colo abaixo:

      s.f. A plebe mais vil, gente desprezível; S.m. e f. e adj. Pessoa sem moral, desonesta; patife, infame, velhaco.

      Desta forma, posso até concordar com o irmão que foi um termo pesado, mas continuo acreditando que foi adequado para a situação. Não sou de escrever sem pensar primeiro, e se o irmão der rápida olhada na primeira página o blog verá que demorei-me oito dias até de fato postar este artigo.
      Com relação ao que a Bíblia recomenda, quero lembrar ao irmão que o próprio Senhor Jesus não tardou a chamar os fariseus que o testavam de “raça de Víboras”. Da mesma forma o Apóstolo Paulo ao advertir acerca dos maus obreiros não se furtou a chamá-los de “cães”. Portanto, não acredito que tenha errado na qualificação. Antes, ao prezar pela Palavra de Deus abrandei em muito as qualificações que primeiro havia pensado a respeito do covarde anônimo.
      Também agradeço muitíssimo a sua “preocupação” em me ensinar a lidar com críticas, mas creio que o irmão foi precipitado nesta conclusão. Mais uma vez, lhe recomendo que dê uma olhada pelo blog, e o irmão verá que tenho tido mais comentários de oposição do que de concordância. A verdade incomoda, e quando dita sem floreios incomoda mais ainda. De qualquer forma, me lembrarei sempre de que esta é uma das estratégias que podem utilizar contra mim em uma argumentação, embora isso não vá me fazer perder o foco nem o raciocínio.
      Com relação ao fato de os calvinistas serem hostilizados, pela terceira vez digo ao irmão que dê uma olhada pelo blog. Em mais de cinquenta posts, jamais houve um somente que se dedicasse a criticar ou a confrontá-los. Pelo menos até agora.
      Para sua informação, moro em uma das duas únicas cidades onde acontecem os encontros da fé reformada no Brasil e participo sempre que minha agenda permite. Sou um admirador da teologia de calvinistas como Solano Portela e Allen Curry. Apesar de não ser calvinista e não concordar com tudo o que diz, também concoro com muita coisa escrita pelo Augustos Nicodemus. Mesmo em áreas em que temos farta literatura pentecostal, como o batismo no espírito santo, leio e recomendo algumas obras de calvinistas como o “Cheios do Espírito” de autoria do já citado Augustus Nicodemus.
      Nunca tive nenhum problema com os calvinistas. Mas após ler o seu blog e ao perceber que nele há uma seção específica sobre o pentecostalismo, começo a crer que o calvinismo é um mal a ser combatido.
      Nunca antes pensei desta forma. Sempre agi guiado pela premissa mais do que verdadeira de que enquanto nós, portestantes, perdemos nosso tempo e nossas energias nos digladiando os romanistas e outros agrupamentos flagrantemente antibíblicos estão livremente assediando as almas e afastando muitos da Verdade do Evangelho.
      Ultimamente, devido à arrogância de muitos calvinistas com quem tenho me deparado esta minha compreensão vem mudando.
      Começo a ouvir em tom crescente o apelo do pastor batista Martin Luther King Jr.: Creio que é chegada a hora de cessar o silêncio dos bons.
      Quanto ao seu apelo de que irá “acompanhar” meus próximos posts, se pede que eu saiba lidar com a hostilidade, devo entender que o irmão está me avisando, embora veladamente, que será hostil?
      Quanto ao debate se dar no campo das idéias ou das pessoas, peço que o irmão me perdoe pela expressão popular, mas posso lhe afirmar, com toda a certeza, que eu “dançarei conforme a música”.
      Minha reação dependerá sempre das ações do irmão.

      Graça e paz,
      Georges Nogueira.

  2. Heitor Alves disse:

    Georges,

    Eu apenas quis aconselhar o irmão. Mas não percebi que o irmão está saturado pela virtude cristã. Me desculpe se fui intrometido. Mas percebi que o irmão não se incomoda em baixar o nível, caso o seu oponente baixe também. Sinceramente, não sou adepto desse tipo de confrontos.

    Penso que se o meu oponente está baixando o nível, é porque ele não tem mais nada a argumentar, partindo para uma ofensiva pessoal sem razão. Isso é típico de quem está perdendo um debate! “Não tenho argumentos racionais, então vou partir para o tapa”, Pensam. Se não conseguem ferir minha conciência, tentam ferir-me fisicamente (ou até moralmente). É uma forma de compensar, entende?

    Irmão, não serei hostil com você. Não tenho esta intensão. Até porque você é uma pessoa criada à imagem e semelhança de Deus, e por isso eu devo todo o meu respeito à sua pessoa. Mas não ficarei calado diante de suas idéias.

    Eu tenho, sim, no site, uma seção específica sobre o “Pentecostalismo” porque creio ser o pentecostalismo um mal a ser combatido. Você também vê o calvinismo como um mal a ser combatido. Mas… como você combate esse “mal”? Usando a Bíblia ou partindo para agressões verbais à pessoa? (vai depender do oponente, né?)

    Eu, pelo menos, combato o mal do pentecostalismo usando argumentos bíblicos, tão somente. Não acho que combatendo às pessoas, eu consiga lograr com meus propósitos. Deixo isso para pessoas baixas, sem-educação, e com argumentos esgotados!

    Graça e Paz… muita paz!

    • Caro Heitor:
      Como já havia lhe dito no comentário anterior, agradeço, e muito, sua piedosa intenção em me aconselhar e em me doutrinar.
      Apenas não permita que sua convicção lhe situe equivocadamente em um patamar onde o irmão não se encontra de fato.
      Não estou saturado pela virtude cristã. Na verdade, o que me satura é o discurso enganoso. É o sofisma revestido de uma capa de piedade.
      Seu último comentário realmente consistiu para mim uma preciosa lição da qual não me esquecerei.
      Quando lhe disse que o nível de nosso debate seria estabelecido por você, eu estava exatamente prevendo este tipo de comportamento de sua parte.
      De fato, a discussão guiada por termos baixos é típica de pessoas baixas, sem educação e sem argumentos. Da mesma forma (e no mesmo nível), a discussão guiada por ironias e sofismas é típica de pessoas cínicas, dissimuladas e enganosas.
      Louvo ao Senhor por não me encontrar entre nenhum desses dois grupos.

      Muita graça e muita paz, meu amado irmão em Cristo Jesus e co-herdeiro com Cristo e comigo.

  3. Cynthia Nogueira disse:

    Sempre coloco meus pensamentos e “achismos” neste blog, pautada pela verdade da minha vivência com Cristo, pois não sou nem de longe erudita como muitos irmãos que aqui veêm apresentar sua idéias.
    Conheço alguns sites, talvez até o que não foi nominado aqui, que combatem o pentecostalismo de forma veemente e às vezes até irônica.
    Sou pentecostal, membra da Assembleia de Deus e confesso meu orgulho exarcebado em ser membro daquela família.
    Conheço a posição calvinista de dentro, pois fui membra de uma Igreja Batista tradicional por três anos. Lá conheci Jesus e me converti e quando decidi sair de lá foi porque fui movida pelo Espírito Santo a fazê-lo.
    Sou feliz e resolvida com a minha decisão, pois, como disse acima, minha experiência pessoal com Deus me provou que não se pode simplificar tudo, com tanto relativismo que vemos (e vi pessoalmente) no Calvinismo.
    Acredito sim que o crente pode perder sua salvação se afastar de sua vivência com Deus, se abandonar a comunhão ou se fingir que obedece seus mandamentos e no fundo vive no pecado. De graça recebemos porque não somos capazes de pagar o preço do pecado e Cristo assim o fez por nós.
    Seria muito simples declarar Cristo como meu Senhor e Salvador e depois abandonar a fé e achar que assim eu permaneceria salva. É bíblico que o pecado afasta o homem de Deus.
    É comum aos homens que discordem na forma de agir e pensar, mas a Deus não se imputa confusão. O povo de Israel era sempre advertido de que o pecado injuriava a Deus. Mesmo sendo o povo escolhido, a Bíblia deixa claro que só serão salvos os que se reconciliarem com Ele. Se por herança ou predestinação serão salvos, como crêem os calvinistas de que a salvação não se perde, então Deus mentiu quando exigiu que se arrependessem de seus maus caminhos? Ora, se havia um plano que supera todas a intepéries do homem, porque deveriam eles bandonar a adoração a falsos ídolos, o envolvimento com o paganismo de outros povos?
    Não! Na verdade, cada um dos reis de Israel que não andou com Deus foi punido por seu pecado e tal atitude acabou por culminar com o cativeiro. SEMPRE!
    Ademais, se mediante a graça não posso perder a minha salvação, então não devo eu me santificar, afinal, Deus me escolheu e o sacrifício da cruz perde seu valor, já que Deus me ama e me resgata mesmo que eu não faça o meu conserto com Ele. Sou contra a inovação, as teologias da moda, a mistura com o ecumenismo e a irmandade de ocasião financeira. Abomino as danças gospel ritimadas para induzir entusiasmo, a venda de CDs e livros do cantor da preferência da igreja e a adoção de amuletos de fé (verdadeira idolatria!). Fico enojada com profetada e glossolália, MAS, PORÉM… acredito, respeito e recebo os dons do Espírito Santo para ser usada por Ele e a Ele engradecer.
    Como disse, fui batista tradicional, hoje sou pentecostal que ora em línguas e aceita o uso de si pelo Espírito Santo, de modo responsável, sem exposição de linguas sem tradução, não para mostrar santidade a terceiros, mas para agregar fé e santificação ao meu caráter e para aprimoramento da minha comunhão com Deus e estreitamento da da minha relação com Ele.
    E assim, permancerei, “combatendo o bom combate, completando a carreira e guardando a fé!”

    Que em Cristo, a paz seja mesmo desejada e alcançada por todos os meus irmãos, inclusive os calvinistas.

  4. Heitor Alves disse:

    he, he, he… Georges!!!!

    Copiando meus comentário! Isso é plágio, sabia?? rsrsrs

    Não usei nenhuma das palavras que você usou contra o bereano. Lá no meu artigo, eu fui educado e ético (e bíblico!!!). Quis apenas tornar público os meus argumentos, coisa que o Ciro se recusou a publicar!!!

    Você está corretíssimo em não moderar os comentários no seu blog, pois reconhece a liberdade que cada um tem de se expressar (evidente que sem usar palavões).

    Não se preocupe. Todas as vezes que eu me dirigir a alguém, me lembrarei das minhas próprias palavras!!! Um abraço.

    • Caro Heitor:
      As palavras existem para ser usadas, meu irmão. E não me utilizei de plavra alguma de maneira leviana. Claro que não utilizo (e não permito que utilizem no meu blog) nenhuma palavra de baixo calão. Mas as que utilizei acima sustento, porque as utilizei com correção e demonstrei exatamente onde o anônimo em questão se enquadrava em cada uma delas.
      Apenas não seja mentiroso nem leviano, porque você acusou em seu post o pastor Ciro de ser covarde. Exatamente uma das palavras que o irmão disse que não havia utilizado.

      Que Jesus o abençoe fartamente, diácono amado!
      Georges Nogueira.

  5. Heitor Alves disse:

    É… de fato… chamei-o de covarde! Talvez seja a única palavra que você se utilizou sem denegrir a imagem da pessoa!!!

    A única!!!

    A propósito, até quando vai esse nosso “debate” sem “fins espirituais”??? rsrsrs

    Um abraço!

    • Caro Heitor:
      Como esta foi a palavra que você foi pego usando ela é mais “limpa” que as outras? Entendo…

      Em tempo: que imagem? Se o covarde em questão se refugia no anonimato, não tem imagem.
      E que “fim espiritual” ? Desde o momento primeiro em que apareceu por aqui, o seu intento foi o de tentar me desacreditar. Ainda não vi de sua parte uma única palavra a respeito da doutrina que você diz defender. Até agora, somente o vão palavreado.

      Compreendendo cada vez mais o pensamento calvinista,
      Georges Nogueira.

  6. Ricardo Mamedes disse:

    Caro Georges,

    Participei daquele debate no pointrhema e foi onde vi o seu comentário (a respeito da Bíblia Dake), que achei muitíssimo equilibrado e acertado.

    Com respeito à diferença de posicionamento doutrinário – se arminiano ou calvinista – não vejo como uma necessidade de confronto. Consoante já disse alhures, desconfio que não venha daí a salvação – que o diga a história de Wesley e Whitifield.

    Acreditei no livre arbítrio por longos anos, mas pela só leitura da Bíblia me convenci de todas as doutrinas da graça, inclusive da predestinação com responsabilidade humana, completa soberania de Deus e a plena suficiência das Escrituras. Isso não impede que eu tenha grandes amigos assembleianos arminianos que suponho salvos (digo suponho porque não posso ter certeza).

    Sou batista tradicional desde que nasci e a maioria dos meus irmãos são arminianos, acreditando na capacidade humana para crer, dissociada da soberania de Deus. Eu, hoje, penso diferente, conforme pode ser observado pelos textos do meu blog. Porém, isso não faz com que eu desmereça meus irmãos que optem por qualquer doutrina, desde que bíblica.

    Com relação ao Pr. Ciro, eu igualmente penso que o seu posicionamento foi covarde naquele debate, assim como também discordo dele em não publicar comentários contrários, mesmo éticos e respeitosos. Digo isso expressamente no meu blog. E esse meu posicionamento é público, logo, notório. Nada contra a sua pessoa. Contudo, não entendo tais atitudes condizentes com a sua pregação, tampouco com a sua condição de lider espiritual.

    Quanto ao mais, penso que podemos concordar em parte, ter estima e ser irmãos, mesmo sendo arminiano e reformado (não gosto do termo calvinista). E confesso, gostei muito do seu texto. Tem uma ótima qualidade.

    Fraternalmente em Cristo,

    Ricardo Mamedes

    • Caro Ricardo:
      Com relação a esta disputa com os calvinistas, não deixe de ler meu próximo post, creio que você vai gostar.
      Além da fé, temos em comum a profissão, visto que também eu vivo do direito.

      Graça e paz,
      Georges Nogueira.

  7. Heitor Alves disse:

    Olá Georges.

    Não vou repetir aqui o que escrevo no site. Se você quiser saber sobre a doutrina que defendo é só ver os meus artigos lá no site.

    Sobre o vão palavreado… bom, acho que deve ler meus artigos! rsrsr. Eu uso os comentários apenas para raciocinar, humildemente, de acordo com a Bíblia, o credos dos outros.

    Os vãos comentários são revelados à medida que se deixa de citar as Escrituras para e parte para um outro foco. Apesar que conheços alguns arminianos, entre eles o Ciro, que nem se esforçam para responder aos meus “vãos comentários”!!

    O fato de não responder será que reflete uma atitude sensata, cristã e bíblica? Ficar calado diante dos ataques à sua crença não demonstra falta de coragem para respondê-los??? Imagina se todos os assembleianos fossem como o Ciro, como defenderiam a fé das Assembléias de Deus? Vejo que você tem posição firme das crenças que adota. Jamais te chamaria de covarde por causa disso, visto que você tem um compromisso em defender a fé das AD. Coisa que não vejo em Ciro.

    Georges, apenas acho que os crentes (não importa a denominação) deveriam dar motivos da fé que crêem (e irem até as últimas conseqüências!). E não apenas simplesmente não responder, concorda? O que você acharia se alguém não respondesse às suas objeções???

    Apenas reflita! Um abraço.

    • Caro Heitor:
      Repito a você o que acabo de responder ao nosso amigo em comum: leia meu próximo post para seu deleite.

      Eu não sou arminiano, sou cristão.
      E o pastor Ciro não é arminiano, é umbiguiano. Segue somente a doutrina do próprio umbigo.

      Graça e paz, amado irmão!
      Georges Nogueira.

  8. Cynthia Nogueira disse:

    E o Senhor ouviu o meu clamor e inclinou os ouvidos para mim, como diz o meu Salmo preferido!
    Aleluia, pelo seu gesto e por alcançar tal raciocínio.
    Posto o algo mais no lugar devido.

    Em Cristo!

  9. É meu caro irmão, eu também já visitei este blog (o bereano) e constatei o mesmo. Percebí o quanto o autor daquele blog despende todo esforço para atacar a fé pentecostal. É claro que existem outros blogs ( principalmente de calvinistas e cessacionistas) que discordam de alguns pontos dos pentecostais, mas o fazem com argumentos e respeito, não como este tal de “o bereano” que escreve com ódio e rancor.
    Parabéns, Georges pelo post. Já estava na hora de alguém dar uma resposta a este inimigo da fé Bíblica.

    Pb. Edinei, Th.B

  10. Clóvis disse:

    Georges e demais,

    Fui impactado pelo artigo. Como primeira impressão, confesso que não foi das melhores. Mas como só li este, não vou extrapolar minha impressão para o site todo.

    Bem, creio que sou a “terceira via” entre você, Georges e o Heitor. Pois sou pentecostal e calvinista. Não vejo incompatibilidade entre uma coisa e outra, pelo contrário, creio que todo calvinista deveria ser pentecostal e todo pentecostal calvinista, pois tanto o arminianismo como o cessacionismo representam um afastamento do ensino bíblico.

    O arminianismo do pentecostalismo é incidental. Casou que o mesmo surgiu numa tradição armino-waleyiana. Mas tal arminianismo nunca foi teológicamente pensado e desenvolvido no meio pentecostal. Mas tivesse surgido do metodismo da corrente de Whitefield e os pentecostais seriam calvinistas sem crise de consciência alguma.

    Já o problema do cessacionismo calvinista é um pouco mais grave. É uma posição teológica e histórica, mas de forma alguma é bíblica. Porém, como a CFW é (ou parece ser) cessacionista, então os calvinistam tendem a ser contra as manifestações contemporâneas dos dons.

    Ora, a verdade é que podemos, aliás, devemos, ver a salvação como definida nos cânones de Dort, amplamente apoiados pela Bíblia, como devemos aceitar a atualidade dos dons espirituais, posto que bíblicos. A soteriologia calvinista não exclui a paracletologia pentecostal. Nestas questões, o sinergismo é a verdade e o monergismo é desnecessário e errado.

    Apenas para ser um pouco mais preciso, quando me digo pentecostal, posso não ser o que se chama de pentecostal tradicional, por duas razões. Não faço questão da terminologia “batismo com o Espírito Santo”, embora o entenda como experiência distinta da conversão e não advogo a necessidade de línguas como evidência física inicial de tal batismo. Fora isso, sou tão pentecostal quanto os demais.

    E quando me digo calvinista, não me vejo na obrigação de aceitar tudo o que Calvino escreveu. Sou credobatista, por exemplo. Minha posição é a definida no Sínodo de Dort.

    Em Cristo, na Palavra e no Poder

    Clóvis
    Editor do Cinco Solas

    • Caro Clóvis:
      Sugiro que leia o artigo intitulado A vitória do evangelho. Com esta leitura o irmão verá que não há necessidade de terceira via, posto que nao me posiciono em nenhum dos extremos desta (in)justa teológica. Como o irmão pôde ver, neste artigo mesmo, nunca me coloco como defensor do arminianismo. Até porque não sou “arminiano” ou “calvinista”. Sou Cristão. Como o irmão coloca de forma bastante sensata, nem um dos grandes teólogos conhecidos é perfeito e todas as doutrinas contêm elementos questionáveis. Por isso fico com o Cristo: porque este é e sempre foi absolutamente perfeito!

      Em tempo: com relação a Westminster, creio que, antes de ser claramente cessacionista, a mesma não centra atenções ao assunto em momento algum. Apenas os calvinistas optam pelo monergismo para se posicionar no extremo oposto aos arminianos, ou seja, o fazem por ser mais eficaz em sua peleja.

      Graça e paz!,
      Georges Nogueira.

  11. Cristiane disse:

    Paz do Senhor,amado!
    Estive visitando o blog em questão e achei um verdadeiro absurdo todo o conteúdo ali exposto.
    Acho que vc tem toda a razão e sua abordagem, bem como o seu vocabulário são muito pertinentes para a questão.
    Fiz alguns comentários e eles não foram publicados no O Bereano. Só publicam o convém a eles.

  12. Newton Carpintero disse:

    Prezamado Georges,

    A paz do Senhor!

    Imagino o que iriam dizer de João o batista com………..o raças de víboras!!!

    Onde estão que devem clamar no deserto?

    Vivemos hoje o maior deserto de todos os tempos!

    O Senhor seja contigo!

    pr. Newton Carpintero – servo

  13. Caro irmão
    Com muito respeito, tenho lido os seus post´s e, sinceramente me tornei um admirador pessoal.
    Em poucas palavras, sugiro ao irmão pense em que, és mais uma boca e braço na defesa do evangelho, sabendo que de todos os lados sofrerás ataques. Acredito que o seu comportamento deve primar pela defesa, até apoogética da fé cristã, sem contudo descer a baixeza que tantos por ai tem ensejado.
    Que Deus em Cristo te abençoe poderosamente.
    Seu admirador e irmão em Cristo

  14. Franciely disse:

    Olá Georges! Não sei como mas recebi um e-mail divulgando seu site e algumas publicações como esta ‘ Em defesa da fé das assembléias de Deus ‘. Aproveitei para entrar e conhecer. Muito interessante seus argumentos, mas tenho o pensamento mais parecido com o do Heitor (dos comentários), enfim.
    E falando neste assunto ‘ Pentecostalismo ‘ (e outros assuntos muito polêmicos) você conhece o blog-site do Genizah, Bispo Hermes e Pr. Altair Germano?
    Vale a pena!
    E querendo conheça meus blogs (Divulgando Boas Causas).
    Abraço

    • Cara Franciely:
      Não tenho nenhum problema com quem pensa como o comenterista citado.
      Só espero que a irmã não haja como ele. Dê uma lida no post A vitória do evangelho neste mesmo blog (Leia principalmente os comentários), e veja que péssimo exemplo de comportamento o irmão Heitor nos dá. Mas como disse lá e cá, acredito na regeneração dos homens, e pretendo sempre tratá-lo como um irmão em Cristo. Os homens são passíveis de errar.

      Em Cristo Jesus,
      Georges Nogueira.

  15. Meuris Junior disse:

    Ir Georges, A Paz do Senhor Jesus!

    È…. fico muito chateado quando “ Alguém!?!?” fala mal, do maior movimento Pentecostal do Planeta( Assembléia de Deus) sei que muitos “membros” vem denegrindo a imagem da nossa denominação, mas, o que a denominação tem com isso?

    Quanto ao Sr. Heitor Alves , está obvio que este não passa de um opositor enrustido, aproveitando da fala do “ Bereano ” para expor sua real intenção, que também é, denegrir a imagem dos Pentecostais, – E aqui para nós, a tua também- mas fazer o que, Amalequitas nós encontraremos sempre, por vacilo nosso é claro! E avisado fomos: Deuteronômio 25:17-19. ( Não estou aqui, generalizando, as denominações, mas sim os elementos que se escondem nelas, inclusive na nossa) Irmão, um dos motivos que eu visito este Blog, é a tua coragem, para dizer o que tem que ser dito, pois muitos por amizade, falsa ética, vem se acovardando, e passando por cima de muita coisa.
    Sou Crente em Cristo Jesus, Sou AssemBEReiano Graças a Deus! a Igreja das multidões! Amo,concordo e leio literatura de autores, Batistas,Presbiterianos,Puritanos confessos, e pasme!!!! até no Anglicanismo, achei pão, mas obvio não concordo com muita coisa defendida por eles. Termino a defesa da minha ( nossa) denominação, com o titulo de uma matéria da revista Veja, há uns 12 , 13 ou mais anos, não me lembro bem, que externa como todos!!! ímpios ou não, enxergam a nossa denominação.

    Há, concordo em grau,numero e gênero com o teu texto, é isso aí, nessa batalha não há espaço para melindroso não.

    “ AONDE TEM COCA-COLA E AGENCIA DE CORREIO, EXISTE UMA ASSEMBLÉIA DE DEUS!!!”

    Em defesa da genuína fé, com autoridade, sem covardia!!!

    JESUS É DEUS!!!

  16. O que eu acho, meus prezados, é que estamos muito inclinados a defender o “nosso reino”, ao invés do Reino de Deus. Sou pastor Batista Regular, o ramo mais fundamentalista entre os Batistas, verdadeiros “casca-grossas” do Protestantismo, autênticos “pés rachados”. Não pulamos, não dançamos, não temos a “unção do leão”, não fazemos feitiçarias com terra de Israel, nem com sal grosso, nem com arruda, nem com alecrim, nem com rosa de sarom, nem com água “do rio Jordão”, não realizamos “atos proféticos”, não ungimos estabelecimentos comerciais e nem logradouros públicos, não temos “bispos”, “bispas”, “apóstolos” ou “apóstolas”, e nem aceitamos as “profetadas” dos profeteiros de plantão. Mas cremos na comunhão universal dos santos e na Igreja, que é o corpo de Cristo. Não na “igreja” instituição, com seus “papas”, “paispóstolos” e “ungidos” intocáveis e infalíveis. Não queremos reis e nem dominadores do rebanho sobre nós. Rejeitamos verbas oficiais e nos recusamos apoiar políticos, cujo desejo é tão somente tomarem conta de nossos púlpitos e transformar nossos templos em currais eleitorais. Não estamos interessados em comprar jatos com o dinheiro suado do povo de Deus, e muito menos a aceitar a “profetada” do Morris Cerullo e sua “bíblia da vitória financeira”, prometendo mundos e fundos, além de muita prosperidade para o ano de 2010, a quem contribuir com R$ 900,00 para a compra do avião do Malafaia, que custou a “bagatela” de 12 milhões de dólares!!! Também nos recusamos a transformar a plataforma do altar em palcos de apresentação de danças sensuais, remelexos e requebros de quadris, de moças e rapazes, que dizem estar dançando “para Jesus”! Não queremos saber também desse “evangelho” da prosperidade, que nada tem a ver com o Evangelho de Cristo! Não queremos pastores rodopiando no púlpito, vendo demônios assentados nos bancos do templo, recebendo recados de satanás enquanto estão pregando, anunciando “anjos” com bandejas de ouro passeando entre os bancos e outras baboseiras sem sentido e sem nenhum apoio das Escrituras. Também estamos fartos de ver, em certas igrejas, crentes sendo possuídos por espíritos malignos hoje, enquanto que, no culto de ontem, falavam línguas e eram batizados com o Espírito Santo!!! E basta de “maldições hereditárias”, “lenços ungidos”, “água abençoada no monte”, “paletós derrubadores”, “sopro divino”, “manto de poder” e outras aberrações anti-bíblicas!!! Acontece que vemos essas coisas em muitas Assembléias de Deus por aí. Sabemos que essa denominação já se esfacelou em diversos grupos divergentes, que disputam entre si a hegemonia outrora existente e que afirmam ter o Espírito Santo e o verdadeiro fogo do poder, enquanto as outras são rebeldes. É só lembrar os episódios tristes e desastrosos da última convenção, com acusações pela Internet, trocas de insultos e manobras eleitoreiras “dignas” de figurarem entre as mais desprezíveis da política nacional. Isso, sem contar com a “profetada” que garantia a vitória do Silas Câmara, GARANTIDA PELO ESPÍRITO SANTO, já que era uma “revelação”! Talvez por isso, e muito mais, é que “O Bereano”, o “Genizah” e incontáveis outros sites e blogs, tenham caido de porrete e pauladas em cima de todas as Assembléias de Deus e de todos os pentecostais, indistintamente. Portanto, ao invés de chamá-los de “canalhas”, “covardes” e outros designativos ácidos (tentando justificar os destemperos da agressividade nas atitudes santas de Jesus), analise bem, e verá que há carradas de razão para tal repúdio por parte das DEZENAS de blogs e sites que denunciam todas essas barbaridades “gospel”.

    • Caro pastor Sérgio:
      lhe convido a dar uma “passeada” pelo blog. O Sr. verá que eu faço exatamente a mesma coisa. Combato as heresias. E sou um convicto assembleiano.
      Com relação às disputas a que o Sr. se referiu na CGADB, me abstenho de comentar porque minha Assembleia é filiada à CONAMAD e desta forma não conheço a disputa nterna que se dá na CGADB, o que tornaria leviano qualquer comentário meu a respeito.
      Lamento muitíssimo que o Sr. pense desta forma, tomando os maus pelos bons e nos colocando a todos no mesmo e mais baixo nível.
      Digo isso porque quando me converti, a primeira Igreja que frequentei foi a Primeira Igreja Batista de Goiânia, e lá pude me escandalizar com os muitos casaizinhos de jovens em que as moças sa casavam todas “puras e virgens”, mas já eram, em seus namoros adolescentes, mestres do sexo oral, anal e da masturbação mútua. Isso tudo além do episódio público e divulgado pela mídia (veja neste link” ), da batista que conseguiu que a justiça obrigasse a PIB a realizar seu casamento pois a mesma estava grávida.
      Imagine o pastor se por isso eu me colocasse a postar artigos mil em meu blog, demonstrando que a “safadeza, a libertinagem e a depravação sexual campeiam livres pela Igreja Batista “. Imaginou? Como o Sr. se sentiria? Seria justo que eu agisse como estes que o Sr. defende?
      Ou se eu dissesse que todos os Presbiterianos são aproveitadores e cínicos porque um presbiteiano que chama o pentecostalismo de “doutrina infernal” postou neste blog (veja neste link) que permitiu de bom grado que esta mesma Assembléia que ele persegue e condena pagasse as despezas de seu casamento?

      Mais uma vez, louvo a Deus por não ser igual a estes.
      Graça e paz da parte do meu Senhor Jesus Cristo!
      Georges Nogueira.

  17. ISAIAS disse:

    Graça e paz irmão GEORGES e a todos os debatedores
    Recebi em meu email essa matéria e confesso ao irmão q fiquei preocupado, e ao mesmo tempo triste, por ver as assembleias de deus serem metralhadas dessa forma
    Pertenci a esta denominação por quase vinte anos, e DEUS como tem seus planos me colocou em outra para me preparar para o ministério
    Aprendi muito enquanto estive lá,tenho muita consideração pelos irmãos de lá
    Não posso negar também q á alguns (assembleianos )q estrapolam,não gostam de ler a biblia,jugam os outros, em fim(qual a denominaçao q não tem essas coisas?) se tiver a tal é perfeita
    O irmão não está errado em defender algo q acha certo,as vezes temos q reconstruir os muros com a espada na mão, mas não podemos nos esquecer q esses q perseguem a igreja de Cristo ( não só as asembleias,mas outras)estão dando murro em ponta de faca.
    JESUS disse para nós amarmos nossos inimigos,pois esses um dia poderão viver a experiencia do caminho de damasco ,um encontro real com o mestre
    Como estou no inicio de meu ministério como pb,tenho procurado ler e examinar tudo,leio obras de presbiterianos,assemlbeianos,batistas e outros,e confesso q tenho aprendido muito
    Que as nossas discordançias sejam só no campo teológico o que eu acho até normal,mas em relaçao ao evangelho,que todos nós possamos dizer o que dise o apostolo PAULO em (GL cap 2 v 20)Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim
    Perdoa me os erros de escrita,não sou muito bom nisso,mas creio q deu para os irmãos entenderem
    desde ja agradeço por postar o meu simples comentário em seu blog

    no mais um forte abraços a todos os debatedores e que a paz do nosso senhor JESUS possa sempre reinar em nossos corações

    QUE DEUS O ABENÇOE

  18. Diogo disse:

    A denominação religiosa intitulada “Assembleia de Deus” NUNCA foi Igreja. Foi, é e sempre será uma SEITA, surgiu a partir da divisão da seita dos batistas no século XIX, que surgiu dos ideais egoístas de Lutero. Portanto está aí as divisões e mais divisões no catolicismo. Adorar a Deus, que através de Seu filho que disse claramente: “NÃO PROVOCAR CISMAS”e fazendo divisões é lamentável.

    Seitas surgem a qualquer momento pregando qualquer coisa em nome de Jesus Cristo, e ainda impõe respeito sobre os humildes.
    Respeito o ser humano e não às seitas.
    “Jesus Cristo fundou UMA SÓ IGREJA que destrói as inimizades por meio da Cruz”

    • Sr. Diogo:
      Sua manifestação respeitosa e educada nos revela quem é cismático de verdade.
      Com certeza, o sr. do alto de sua seita satanista igreja verdadeira saberá nos perdoar a nós que não continuamos seguindo seu iluminado e sacrosafosanto papa.
      O sr. tem roda a razão: não somos nada quando nos afastamos daquele pessoal fashion, que usa os vestidinhos mais descolados e tem taaanta “estáuta bunita” Mostre sua misericórdia por nós, e reze cinco novenas para a santa pelonha do pescoço pelado. Depois, vá até o troninho de seu “papai” em Roma de joelhos e volte. Quando chegar, mande-nos um e-mail.
      Negaremos as Escrituras e nos afastaremos da vontade de Deus, para seguir ao seu romanismo.

      Ironias a parte, devo concordar com você em um único ponto: sua seita romana é bíblica e está perfeitamente descrita nas escrituras, como se pode ver em Ap. 17.1, 17.15, 17.16 e 19.2 (para os romanistas que não têm o hábito de ler a Bíblia facilito: Ap. é a abreviação do livro de Apocalipse. É o último livro da Bíblia).

      Sua manifestação, eivada do ódio, do rancor e da irracionalidade inerentes à instituição romana se faz absolutamente oportuna, pois nos lembra de quem é o verdadeiro inimigo.
      Nos lembra que para além de nossas diferenças teológicas existe a meretriz que nos observa de Roma e que é ela quem deve ser combatida, por misericórdia dos perdidos a quem ela engana. Esteja à vontade para nos brindar sempre com sua ignorância e seu ódio pela verdade, para nos lembrar de combater a esta triste instituição de homens perdidos e perversos.

      Que Deus tenha misericórdia de sua alma e lhe cure de sua cegueira espiritual, a qual é necessária para a sobrevivência da seita romanista.

  19. Cassia disse:

    A paz do senhor ‘Jesus”
    Li seu comentario e realmente chocante,como no nosso meio existe um pre -julgamento,quanto a palavra de DEUS.Acho isso uma pratica ,que nao deveria existir em nosso meio,que testemunho estamos dando aos gentios?Em quem
    essas pessoas vao dar ouvidos?Quem esta certo?Por essa coisas todas,formamos um grupo maravilhoso,em nome de Jesus,pregamos o envangelho de CRISTO,na sua essencia,nao pregamos doutrinas,quem esta me doutrinando e JESUS.Essas picuinhas so tende a nos afastar de DEUS,
    quem somos nos para faser algum julgamento?Somos todos miseraveis pecadores,vivendo unicamente da misericordia deJESUS.Irmaos JESUS nao e
    propriedade nem partido politico,vamos ter respeito com a palavra santa de DEUS.Asalvaçao e pessoal…..vamos ler a BIBLIA……so assim teremos um encontro verdadeiro com nosso pai,quem tem DEUS ,nao critica os outros ,nao julga,nao menospresa,nao humilha…..DEUS e puro amor,entregou seu unico filho,para que pudessemos ter a vida eterna,foi por mim e por vc.
    Nos custamos um preço altissimo…..temos muito valor para DEUS.,vamos
    dar testemunhos das maravilhas que DEUS fas em nossas vidas.Como podemos salvar almas,agindo dessa forma?fFalando um do outro?vamos orar ao inves de julgar……a murmuraçao contamina…faz mal……
    Bom Dia….

  20. Meuris Junior disse:

    Meu Amado irmão Georges,

    Vejo que esse Ir. Sérgio Aparecido Dias deu basicamente varias características da nossa Assembléia de Deus. ( Exemplos não toleramos “unção do leão”, não fazemos feitiçarias com terra de Israel, nem com sal grosso, nem com arruda, nem com alecrim, nem com rosa de sarom, nem com água “do rio Jordão”, não realizamos “atos proféticos”, não ungimos estabelecimentos comerciais e nem logradouros públicos, não temos “bispos”, “bispas”, “apóstolos” ou “apóstolas”, e nem aceitamos as “profetadas” dos profeteiros de plantão) – Utilizo aqui parcialmente o texto dele!- Vejo também que ele não se ligou que o mesmo problema que enfrentamos hoje, nossos irmãos Batistas, também, foram vitimas; Para ficar mais claro, transcrevo este pequeno trecho, do texto que ele postou logo acima, com o direito de apenas trocar o nome da denominação Siga(Acontece que vemos essas coisas em muitas Igreja Batista por aí. Sabemos que essa denominação já se esfacelou em diversos grupos divergentes.
    É isso que nós vemos na maioria das Igrejas Batistas por aí. Em defesa dos nossos irmãos Batistas, posso afirmar,que mesmo nestas igrejas que toleram estas coisas, existe resistência a estas sortes de abominações já mencionadas, e falo não por palavras soltas, mas com direito de causa, pois conheço muitos irmãos(Batistas) que rejeitam tais praticas assim como Assembleianos, Presbiterianos Etc.
    A propósito, vejo que ele defende uma Igreja perfeita, vejo que na igreja dele, não existe falha alguma, vejo que a mesma almeja a infalibilidade PAPAL , da igreja que o Grande conhecedor Biblia, e Defensor ( Diogo) se julga a perfeita( Católica Romana) Que ele acorde!!! pois não existe igreja perfeita, por que são instituições compostas por homens, logo, pecadores” arrependidos” mas pecadores.
    Vejo mais ainda, que ele tem mais êxito com sua Igreja , do que JESUS teve seus apóstolos, é… entre os santos estava um Ladrão.( Segundo suas acusações, na dele não tem)
    Combatemos tudo o que foi descrito pelo Ir. Sérgio Aparecido Dias mais a despeito dele não temos domínio total sobre os que congregam conosco, sempre haverá lobos com pele de ovelha entre nós.

    MARANATA!!! ORA VEM, SENHOR JESUS!!!

    • Meu irmão Meuris:
      Deus é testemunha de quanto todos os seus comentários são apreciados por aqui e do quanto nos alegramos sempre que vemos que o irmão acompanha este blog. Em muitas vezes, o irmão tem sido mesmo um socorro muito necessário entre as acusações de todos os tipos que comentaristas sem nenhum temor de Deus tentam impingir a quem prega seriamente o Evangelho.
      De qualquer forma, quero lhe pedir que perdoe o pastor Sérgio, visto que ele mesmo reconheceu seu erro neste comentário. Além do mais, insisto em nos considerar melhores que aqueles que defendem cegamente este ou aquele indivíduo tendo por base somente a denominação em comum. Afinal, nossa amizade surgiu da afinidade com a defesa sóbria e sã do Evangelho verdadeiro.

      Em Cristo Jesus,
      Georges Nogueira.

  21. Meuris Junior disse:

    !

    Amado!

    Dito! Feito!

    Sou teu Conservo!!!

    GLORIA A DEUS! Em defesa da genuína fé.

  22. Ricardo Mamedes disse:

    Georges,

    Não gosto mesmo de extremos, aliás tenho aprendido a duras penas domar essa miserável natureza pecaminosa e afeita à ira. Digo isso para me opor aos posicionamentos extremistas entre irmãos. Porém sei que não é fácil resistir a provocações, especialmente quando atingem o nosso meio.

    Melhor seria que nos entendêssemos e que todas as denominações ditas evangélicas pregassem o Evangelho verdadeiro, o que não vem ocorrendo.

    Digladiarem igrejas batistas contra assembléias de Deus certamente não é o foco, pois entendo que ambas, à parte dos seus defeitos (ambas têm), são instituições sérias. Quanto à doutrina e liturgia, cada um que escolha o que melhor lhe convier, pois denominações é o que não falta, tanto sérias como levianas.

    Penso sinceramente que o grande inimigo hoje é a confissão positiva, que permeia tanto as igrejas pentecostais como as históricas, se não em todas, pelo menos em algumas. E esse mal vem do neopentecostalismo e não do Movimento Pentecostal, que também é contrário àquelas práticas.

    Repito: é possível que nos entendamos mesmo na diversidade. Conforme asseverava Nelson Rodrigues: “toda generalização é burra” (com o que eu concordo).

    Um grande abraço meu irmão.

    Ricardo

    • Caro irmão Ricardo:
      Façamos, então, de nossos blogs ferramentas para a pregação da sã doutrina.
      Isso não significa que eu vá acreditar em predestinação ou eleição, nem que ninguém deixe de nelas acreditar.
      Creio que quando o irmão escrever em seu blog acerca da salvação, seus artigos estarçao permeados pelas idéias de Calvino. Isto não é mau, desde que leve a mensagem do Evangelho. O que não pode acontecer é de começarmos a criar falsos debates e contendas desnecessárias como fazem alguns com ofensas gratuitas como já citado aqui.
      Sejamos cristãos!
      Graça e paz,
      Georges Nogueira.

  23. Glemerson Alves disse:

    Meus irmãos graça e paz a todos.
    Irmão venho acompanhando a todos os comentários e confesso que fico muito descontente diante de tantas defesas questionáveis. Talvez quem sabe não teríamos a necessidade de um Concilio no Brasil?. É lamentável que seja tão defendido a idéia do perfeito, sou membro de uma igreja das assembléias de Deus, não tenho do que me envergonhar, respeito aos tradicionais-históricos, contemporâneos, neo-pentecostais, e dou todo crédito ao evangelho, o bereano para mim se tornou uma web-vergonha, porque esta em aberto na rede, todos podem acessar, a grande nuvem de testemunhas esta recebendo um testemunho cruel, maléfico, um evangelho insuficiente, vazio, as nossas defesas teológicas e humanas de nada servem para aqueles que necessitam de boas novas. A finalidade da igreja muito bem sabemos, das nossas doutrinas também sabemos, mas nos tornamos insensatos, arrotando conhecimento, e vazios. Me desculpem, mas evangelho não se prega desta forma. A simplicidade de Cristo sempre será mais valorizada do que nossos discursos ou acusações.
    Em Cristo Jesus
    Glemerson Alves

  24. Cynthia Nogueira disse:

    Meu amado irmão,

    Espero que não seja tardio o meu comentário, mas tive espasmos abdominais por causa da sua resposta ao comentário enviado pelo Diogo. Caso fosse comigo, acho que eu dexaria a resposta só até o ponto em que ela é hilária, para não desperdiçar pérolas com os porcos.
    Porém, sabemos que não podemos abaixar a espada e deixar que o inimigo vença pela mentira e enrede milhares para levar ao inferno através da alegoria (e no caso da seita romana também muito adereço) tantas vidas que inocentemente caminham para a perdicão. Quantos não são os casos que acompanhamos e regularmente comentamos de vidas conhecidas que se perdem na ilusão dessa seita romana, por puro comodismo, legalismo e hábito social de serem intitulados de católicos apostólicos romanos? Ou mesmo ortodoxos?
    Oremos para que o Senhor Jesus nos dê força para lutarmos continuamente contra o engano, seja de qualquer lugar, denominação ou trupe circense, seita romana!

  25. Glemerson Alves disse:

    Minha irmã em Cristo,
    Em meu comentário não havia levantado defesas, muito menos ao descontrolado circense do Diogo.

    • Amado irmão Glemerson:
      Já me sentia saudoso de compartilhar com você nosso Evangelho. E antes que algum contencioso de plantão venha nos acusar, digo nosso Evangelho, como Paulo dizia “meu Evangelho”.
      Não deixe de visitar o blog e enriquecer nossas discussões com seus comentários sempre muito bem vindos.
      Com relação ao comentário da Cynthia, era dirigido à minha pessoa.
      Que o Senhor continue sempre contigo,
      Georges Nogueira.

  26. Cynthia Nogueira disse:

    Irmão Glemerson,
    Redundância informar que o meu comentáro foi dirigido ao Georges. Porém, devo acrescentar que concordo absolutamente com o comentário do irmão e que devemos sim defender não só evangelho, mas também as igrejas sérias que não se rendem a modismos infames.

    Em Cristo,

    Cynthia

    PS: Ao Georges, passarei a chamá-lo de Amado meu (rs!), pois assim que não provoco mais distrações.

  27. Glemerson Alves disse:

    meus amados irmão…
    Por favor perdão pela falta de atenção, grande abraço.
    Detalhe; o referido artigo indefinido e completamente discordante do incircu…, saduceu iscariotes ainda não bereano, é falso e sem contextualização histórica, mas tudo bem, o infeliz em tudo foi mo, ele mesmo, esse filisteu que acredita ser grande ou ter grandes armas, ele cairá em seu próprio, e arrogante próprio “conhecimento”. Que a dolorosa e indegustável inveja não que ainda predomina neste não o afaste assim como seu podre “conhecimento” da GRAÇA do nosso Senhor JESUS.
    Grande abraço…..

  28. maria disse:

    Cara maria:
    Seus dois comentários foram pagados porque você desrespeitou as normas do blog.
    Você precisa informar seu nome e um e-mail válido.
    Como o e-mail que você informou: souoquefiz_@hotmail.com não existe, seu comentário não será publicado.

    Em Cristo,
    Georges Nogueira.

  29. nelson guirra disse:

    se eu for colocar aqui os pecados que sei que estão acontecendo em igrejas presbitrerianas batistas esse blog não suportaria. Essas igrejas históricas tem uma capacidade incrível de camuflar seus podres. Essa é a razao.

  30. nelson guirra disse:

    eu acho que esses comentarios na midia vem demonstrar a nossa fragilidade como evangelicos que somos .isso é o resultado da liberdade religiosa, se estivessemos sendo perseguidos e um grande numero de nossas lideranças estivessem na cadeia , tenho certeza que eles la na cela estariam abraçados e orando juntos e aqui de fora os ginasios de esporte estariam lotados com essa crentaiada briguenta todos juntos orando uns pelos outros . afinal : a igreja no brasil precisa de um tratamento serio de DEUS para deixar dessas bobagens.

  31. maria disse:

    Cara Maria:
    Basta que você informe um e-mail válido!
    Apenas isso, e seus comentários serão publicados.

  32. jose luiz disse:

    AMADOS E HORA DE ORARMOS SEM PERCA DE TEMPO POIS JESUS ESTA VOLTANDO….SOU PRESBITERO DA ASSEMBLEIA DE DEUS E ESTAMOS VENDO A NOS ULTIMOS DIAS O CUMPRIMENTO DA PALAVRA DE DEUS….


Deixe um comentário

Para garantir a publicação de seu comentário, respeite nossa política de uso que você pode conhecer clicando aqui.

Antes de nos dizer que não podemos julgar, clique aqui e descubra que não só podemos como devemos.

XHTML: Você pode usar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>