A depravação total do homem – uma visão calvinista

03,jan,2011 por Olivar Alves Pereira

O homem é escravo do pecado

O homem é escravo do pecado

 

Quando nos Reformados afimamos a “Total Depravação” estamos com isso dizendo:
– Somente Adão e Eva tiveram o livre arbítrio;
– Eles usaram mal esse livre arbítrio e puseram sua (e a nossa) vontade escrava do pecado;
– Ser totalmente depravado não quer dizer que não temos qualquer condições de fazer algo bom, mas sim, que até quando fazemos algo bom estamos sob a influência do pecado e, portanto, podemos fazer algo bom com as intensões erradas. Somente quando o coração é dirigido pelo Espírito Santo tendo sido entregue a Ele é que o coração do homem se vê livre do poder do pecado. Um livro muito bom que trata sobre a nossa vontade ser escrava do pecado é “Nasicdo escravo” de martinho Lutero (Ed. Fiel).

Disso conclui-se que a depravação total não significa que o homem é incapaz de fazer alguma coisa boa, mas, sim, que não existe uma área sequer da nossa vida (emocional, familiar, espiritual, sexual, etc) que não sofra a investida do pecado. Todas as áreas da nossa vida estão e são depravadas pelo pecado.
Essa depravação total resultou em nossa morte. Em Ef 2.1 “Ele vos deu vida estando vós mortos nos vossos delitos e pecados”. Um morto nunca melhora, só piora. De defundo fresco, vai para cadáver podre, e depois para esqueleto. Se Deus não tivesse nos dado a Vida em Cristo, estaríamos mortos espiritualmente ainda.
Em cada ponto da TULIP que se Deus quiser haveremos de disuctir aqui, sempre reafirmarei: Deus sempre dá o primeiro passo em direção ao homem.
A “briga” toda entre calvinistas e arminianos, a meu ver, sempre se deu porque ambos não pararam um para ouvir o outro. Tanto calvinistas como arminianos creem que Deus é soberano, que o homem é uma desgraça, e que se Deus não vier ao encontro do homem, não há esperança alguma para ele. Logo, a “briga” acontece porque enquanto os calvinistas enfatizam que é Deus quem dá o primeiro passo, muitas vezes dão a impressão de que o segundo passo (que é do homem) não tem tanta importância assim. Já os arminianos enfatizam o segundo passo que é a resposta do homem (por ser este passo importante também) e são taxados pelos calvinistas como “humanistas”.
Precisamos ser coerentes: o primeiro passo que dá é Deus,e é Ele quem nos capacita a darmos o segundo passo. Dessa forma damos a Deus toda a glória pela obra da salvação e também ressaltamos a responsabilidade do homem diante dessa obra.

Certa vez pergutaram a Spurgeon como ele conciliava a Soberania de Deus a e responsabilidade humana. Ele respondeu brilhantemente: “Simplesmente, não faço. Não reconcilio amigas”.

7 Comentários para " A depravação total do homem – uma visão calvinista "

  1. Glemerson disse:

    Quando nos Reformados afimamos a “Total Depravação” estamos com isso dizendo:
    – Somente Adão e Eva tiveram o livre arbítrio; brilhante.

  2. Antes que alguém me interprete mal, meu amigo Glemerson é um presbítero da Assembleia como eu. E foi meu colega de turma em algumas matérias no Seminário Pentecostal de Goiás.

    Infelizmente, a vigília constante de falsos cristãos maledicentes, mesquinhos e mal intencionados não permite que eu brinque com meus amigos sem dar infinitas explicações.

  3. Glemerson disse:

    Que barato, o Georges é ilustre apologista da fé arminiana, e de grande porte. Mas aprendi sim, e aprimorei os meus conceitos. Obrigado, suas postagens estão recheada de bons artigos, estou te acompanhado ok.
    e parabéns para ao Rev. Olivar, e que Deus nos abençoe e nos faça crescer uns com os outros.

  4. salviano disse:

    Eu acredito que Deus criou o homem e deixou o manual de instrução, a “BÍBLIA SAGRADA” que é a palavra de Deus,” e não produtos enlatados, eu costumo dizer que: “As pessoas precisam parar de comer tudo o que dão. E começar a questionar! ” Alguém escuta alguma coisa de alguém, e saem falando, sem questionar, sem saber se é verdade ou não. As pessoas precisam se perguntar! Será que a minha crença esta de acordo com a lei de Deus? Será que a religião que eu nasci sempre me falou a verdade? Será que tem uma seqüência para salvação? Religião salva alguém? O que é pecado contra o próprio corpo? O que é caminho da carne?
    O que a bíblia diz sobre: Idolatria, o que a bíblia fala sobre imagens e esculturas? Quando uma pessoa morre pra onde ela vai? Ela volta? Crer em Deus é fato! Mas se eu não aceitar Jesus, se eu não confessar Jesus como meu único salvador, mesmo assim serei salvo? Qual é o verdadeiro batismo e a verdade sobre a ceia do Senhor? Quebrando maldição, como assim? Ganhar o mundo inteiro e perde a sua alma? Essas e outras perguntas e resposta você vai encontrar na bíblia.
    Você pode dizer, eu já estou salvo amém! Vamos atrás de quem não esta, divulgue este site, fale para outras pessoas, por que “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns têm por tardia: mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.” II (Pedro cap 3 ver 8) e “Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (I A Timóteo cap 2 ver5e6) Vês aqui, hoje te tenho proposto a vida e o bem, e a morte e mal. Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, que tenho proposto a vida e a morte, a benção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas… (Deuteronômio cap 30 ver 15 e 16)

  5. Olivar Alves disse:

    É isso aí Salviano. Amém!

  6. Bryan disse:

    Um colega meu fala que eu mikito muito. Tenso tendências calvinistas. Justamente por ter feito o que o Salviano disse. Antes estava estudando muito sobre Evangelho e quando me veio as duas militâncias, facilmente optei para a calvinista. A pergunta é: Basta querer ou crer?
    As Escrituras sagradas são muito claras que basta somente crer.


Deixe um comentário

Para garantir a publicação de seu comentário, respeite nossa política de uso que você pode conhecer clicando aqui.

Antes de nos dizer que não podemos julgar, clique aqui e descubra que não só podemos como devemos.

XHTML: Você pode usar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>