Sobre Ronaldo Bezerra

Rev. Ronaldo Bezerra de Oliveira e Souza é ministro da Igreja Presbiteriana do Brasil (jubilado por invalidez) em Vitória – ES, e é um ferrenho defensor do Evangelho de Cristo.

biografia de Ronaldo Bezerra

Espaço reservado

Aguarde nosso Videocast

Meditando sobre a caminhada de nossa família (parte I)

20,ago,2010 por Ronaldo Bezerra

A família é instituição divina

“Sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que este falou a Josué, filho de Num, servidor de Moisés, dizendo: Moisés, meu servo, é morto; dispõe-te, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu prometi a Moisés. Desde o deserto e o Líbano até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus e até ao mar Grande para o poente do sol será o vosso limite. Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei. Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.” (Js 1.1-9)

Sem dúvida alguma já ouvimos em nossas vidas muitos estudos bíblicos sobre este texto do livro de Josué, mas talvez esta seja a primeira vez que iremos olhar para este texto com os olhos de alguém que deseja ver aqui lições preciosas para a família. Este texto se reveste de suprema importância, pois nos fala de liderança nos fala de objetivo, nos fala de apoio e nos fala também de obediência. Estes aspectos da vida são de vital importância para a nossa vida pessoal e familiar. São importantes para pais e filhos, são importantes para esposos e esposas, são importantes para filhos e irmãos, são importantes para mim e para você, são importantes para todos nós. Não sei ao certo o quanto você considera estes aspectos: liderança, objetivo, apoio e obediência, importantes e necessários à sua família e à sua vida. Oro a Deus, em nome de Jesus Cristo, para que juntos possamos descobrir a importância destes aspectos da vida, para todos nós e particularmente para a nossa família. Vamos reler o texto de Josué 1.1-9?

“1 ?Sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que este falou a Josué, filho de Num, servidor de Moisés, dizendo:

2 ?Moisés, meu servo, é morto; dispõe-te, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.

3 ?Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu prometi a Moisés.

4 ?Desde o deserto e o Líbano até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus e até ao mar Grande para o poente do sol será o vosso limite.

5 ?Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei.

6 ?Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais.

7 ?Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.

8 ?Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.

9 ?Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares.”

Agora que lemos pela segunda vez o texto, vamos considerar a situação em que encontramos os personagens nele envolvidos:

  • Deus – o personagem principal que passa todas as instruções (versículo 1);
  • Moisés – servo do Senhor Deus, agora morto (ver. 2);
  • Josué – servo do Senhor Deus, chamado para substituir Moisés (vers. 1-2);
  • Povo – liberto da escravidão, liderado por Moisés, morto por desobedecer a Deus (vers. 2-6);
  • Inimigos – muitos ainda desconhecidos do povo (ver. 4).

Vejamos a situação: O povo estava sem líder, porque Moisés morrera (Dt 34.4-5) . O povo era levado à terra prometida – chamada de Canaã – terra que mana leite e mel.

Agora vejamos as lições que este texto nos ensina, e às quais nem sempre damos a devida atenção:

Primeira lição – liderança: acredito que não tenhamos dúvidas quanto à importância do líder em nossas vidas, seja no trabalho, seja na Igreja, na sociedade ou na família. O povo de Israel necessitava de um líder. O povo de Deus necessitava de um líder . Este líder agora é Josué . Vejamos algumas características deste líder :

1 – Foi nomeado por Deus (vers. 1-2). Como é importante descobrir que na  família  a liderança também é designada por Deus, fazendo do homem, o cabeça:

“porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o Salvador do corpo. Como, porém, a Igreja está sujeita a Cristo, as mulheres estejam em tudo submissas ao seu marido. Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela (Ef 5.23-25);

“assim também os maridos devem amar à sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama.(Ef 5.23-25).

Marido, você foi nomeado por Deus para ser o líder espiritual de sua família, o cabeça. Somente a família em que isto ocorre de fato e de verdade é uma família nos moldes de Deus. A Constituição Federal Brasileira já mudou este aspecto, mas a Bíblia é imutável e, convenhamos, a Bíblia entende bem mais de família do que os nossos congressistas.

2 – Foi nomeado em substituição – em lugar de – (vers. 1-2): o marido é o representante de Deus na família e assim deve agir, assim deve ser visto e assim deve viver. O comportamento errado do esposo/pai/marido vai denegrir a imagem dAquele a Quem representa. A expressão como também, ou, assim como, é muito significativa para todos nós e representa muito de nossa responsabilidade como marido. A sua família, a minha família, a nossa família será feliz quando o pai/marido descobrir que foi nomeado por Deus para esta função para agir como tal.

O pai é responsável pelo ensino (Pv 1.8). O pai é responsável por contar a seus filhos aquilo que Deus sempre fez (Pv 23.22; Sl 44.1). Estes são aspectos da liderança na vida de Josué que julgamos ser de suprema importância e exemplo para nós nos dias de hoje, que culminaram com a sábia, decidida e conhecida palavra de Josué:

“Porém, se vos parece mal servir ao SENHOR, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR.” (Js 24 .15).

Sem dúvida alguma , muitos outros bonitos e importantes aspectos na liderança de Josué podem e devem ser observados neste belo texto da Palavra de Deus, mas infelizmente nosso tempo não permite e vamos ficar com estes dois aspectos apenas, considerando que nós, família, precisamos olhá-los com seriedade e responsabilidade, principalmente quando somos confrontados com a maneira de ser do mundo, que nada sabe sobre família, mas que se sente no direito de opinar e ditar regras.

Segunda Lição – objetivo: quando olhamos para este texto , vemos claramente nele conforme os versículos 2-4, que o Senhor Deus tinha um objetivo definido para o povo de Israel. Deus não tirara o povo da escravidão do Egito por tirar. Deus tirou o povo da escravidão para levá-lo à terra que mana leite e mel. Uma terra prometida, uma terra diferente porque fora escolhida pelo próprio Deus. Ao constituirmos uma família, Deus tem objetivos também para ela.

Você acredita que Deus constituiu a sua família com objetivos bem claros? Uma das coisas que mais tem me assustado, no presente momento em que vivemos, é como os cristãos de hoje desconhecem a vontade de Deus para as suas vidas. Para grande número de cristãos, principalmente os chamados “evangélicos”, Deus tem se tornado uma “vó qualquer” , que é consultado em determinados momentos.

Será que Deus quer que tenhamos filhos? Será que Deus quer que eu ame minha esposa? Será que Deus quer eu seja submissa a meu marido? Será? Será? A vida de muitas famílias cristãs está mais cheia de “serás” do que da vontade de Deus.

Deus quer que sua família o sirva – ou será que você tem dúvida disto? Não somente você, mas sua família . (At 2.39;  Js 24.15).

Deus quer sua família unida – Deus não constituiu a família para a cisão, para o divórcio, para a separação de corpos (Mt 19.3-12).  Por que será que dia a dia vemos mais e mais divórcios dentro da Igreja de Jesus Cristo?

Deus quer que sua família chegue à canaã celestial – um lugar onde não há dor, nem lágrima, onde não se casam e nem se dão em casamento. O que é mais importante? Ter um cônjuge que o ame e o faça feliz, ou ter um cônjuge salvo? Ver os nossos filhos com saúde, bom emprego, bom casamento ou vê-los salvos? Lembre-se que Moisés viu todas as maravilhas de Deus, mas não entrou na Canaã prometida. Com Josué foi diferente. Você tem educado seus filhos no caminho em que devem andar? (Pv 22.6).

Deus quer que sua família adquira o melhor tesouro – atrás do quê temos corrido como família? Estamos correndo atrás da vaidade? Estamos correndo atrás do ter? Será que temos corrido atrás do vento? Que tesouros estamos oferecendo à nossa família? Aos nossos filhos? (Ec 1.1-3; 2.11;  2.17;  2.26)

São muitos os objetivos claros e inequívocos que Deus tem para a nossa família e que estão expressos na Palavra de Deus, nossa única regra de fé e prática. Na verdade a Bíblia tem deixado de ser a nossa única regra de fé e principalmente de prática, ou não? Precisamos conhecê-los e repassá-los a nossos filhos e nossa família.Não podemos trabalhar em direções diferentes, com objetivos diferentes. Isto é muito importante para nós maridos e esposas . Precisamos sempre caminhar na mesma direção e por isso é sempre bom lembrar: “far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea” (Gn 2.18) Deus não fez para o homem uma igual. Deus não fez para o homem uma subalterna. Deus não fez para o homem uma superiora. Deus não fez para o homem uma segunda. Deus fez para o homem uma auxilidora que lhe fosse idônea. Somente alcançarão os objetivos de Deus para a família aqueles que assim entenderem a vontade de Deus, a Palavra de Deus e fizerem dela ( da Bíblia ) sua única regra de fé e prática.

Continua no artigo postado neste link.

7 Comentários para " Meditando sobre a caminhada de nossa família (parte I) "

  1. Maria Eny disse:

    Golrias a Deus que teve missericordia de seu povo no passado, com Moisés depois com Josué
    gosto daquela passagem que diz. Porque clamas a mim diga aos filhos de Israel que marchem.
    Tiro uma lição para os nossos dias dificeis que estamos vivendo hoje, e só ligar a TV para vermos a destruição que o mundo de hoje esta pasando, e como ficamos, prezos em nossas proprias casas, Não? È sómente crer que como Deus foi com Moisés, e Josué assim também ele será com nosco. se tivermos fé que Deus não mudou que ele continua a nos guardar a cada momento de nossas vidas, e de nossas familias, dos ataques de satanas… Deus é lindo misericordioso, e amoroso para com aquele que confia. Nele …
    Amém

    • Rev Ronaldo Bezerra de Oliveira e Souza disse:

      Irmã Maria Eny,

      que o SENHOR DEUS sustente sua família e que sua casa SIRVA AO SENHOR!

      ALMEJAMOS VER AS FAMÍLIAS SERVINDO AO SENHOR DAS FAMÍLIAS!

      Rev Ronaldo Bezerra

  2. Adilson Manhães disse:

    Quando somos confrontados com a Palavra de Deus, vemos a importância que o SENHOR dispensou à família. Criou a mulher como auxiliadora do homem. Não é isso que vemos em nossa era de Pós Modernidade, onde o Movimento Feminino inverte os padrões que Deus estabeleceu para Sua criação. É de suma importância estudo como este, que nos remete à Palavra de Deus.

    • Rev Ronaldo Bezerra de Oliveira e Souza disse:

      irmao Adilson ,
      realizava eu um culto de gratidão a DEUS pelo casamento de uma pessoa rica e dizia aos noivos, o senado mudou a lei, a câmara dos deputados mudou a lei, mas DEUS CONTINUA DIZENDO QUE O MARIDO É O CABEÇA DA FAMÍLIA… DEUS NÃO MUDOU e entre DEUS e o senado e a câmara, eu fico com DEUS…
      Tinha uns 2 ou 3 deputados e 2 senadores presentes – eu não sabia – depois de terminar eles vieram falar comigo, meio desgostados e eu ratifiquei : DEUS SABE MAIS DO QUE VOCÊ TODOS JUNTOS E EU FICO COM DEUS…
      Feliz é aquela casa onde o marido ama sua esposa como CRISTO amou a sua igreja…

      Um abraço e siga amando sua esposa (se for casado), não provocando seus filhos à ira (se os tiver)… rsrsrsrsr

      Um abração,

      Rev Ronaldo Bezerra

  3. Olivar Alves disse:

    Muito obrigado por esse precioso estudo. Só reforçando que tanto o feminismo como o machismo são condenáveis por Deus, pois, desde o princípio o que houve foi uma diferenciação nas funções e não na importância de um sobre o outro. Sempre digo que se eu preciso de uma auxiliadora é porque sozinho não sou lá grande coisa, rrsss.
    Parabéns, Rev. Ronaldo pelo estudo. Deus o abençoe

  4. Rev Ronaldo Bezerra de Oliveira e Souza disse:

    Rev Olivar,

    o nosso irmão Georges é uma pessoa diferente… conseguiu unir dois calvinistas a um arminiano como ele e tantos outros, que mesmo só se vendo nestas pequenas fotos estão aprendendo a se amar e a caminhar juntos em direção à CANAÃ CELESTIAL.

    Lendo o que vocês tem escrito, tenho aprendido muito e dou graças a DEUS porque um dia me trouxe até este blog… e aqui tive o privilégio de conviver com pessoas como vocês…

    O único ISMO que admiro é o CRISTIANISMO… nada de machismo ou feminismo ! FIQUEMOS COM A PALAVRA DE DEUS, nossa única regra de fé e prática…

    Um abração ,

    rev ronaldo bezerra

    • Georges Nogueira disse:

      Pela primeira vez, Rev. Ronaldo, vou discordar completamente do Sr.
      O que nos mantém unidos é o Evangelho do Cristo. Ele é que merece a glória por nos ter conduzido até aqui, e por nos ensinar como deveríamos conviver, sendo irmãos embora diferentes.
      Quanto a só nos ver pelas fotos, já falei para o Rev. Olivar sobre o seu sítio. Logo o Sr. poderá receber as duas famílias aí.


Deixe um comentário

Para garantir a publicação de seu comentário, respeite nossa política de uso que você pode conhecer clicando aqui.

Antes de nos dizer que não podemos julgar, clique aqui e descubra que não só podemos como devemos.

XHTML: Você pode usar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>